Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

É preciso ampliar as taxas de imunização, afirma Tânia Menon

Compartilhe:
Adesão à campanha de vacinação é boa

Adesão à campanha de vacinação é boa, mas é preciso ampliar as taxas de imunização, afirma Tânia Menon.

“Estamos com uma adesão bem boa. O pessoal está preocupado em proteger as crianças e esse é o nosso objetivo, que as crianças venham acompanhadas de seus pais receberem as doses de reforço. Não queremos ter nenhuma criança aqui no Machadinho com sarampo e muito menos com poliomielite, que também é uma doença grave”, alerta Tânia Menon, responsável pelo setor de imunização da Unidade Básica de Saúde (UBS).
Ainda conforme Tânia, cabe aos pais e responsáveis não permitir que essas doenças voltem a se apresentar nas crianças, já que elas foram afastadas do Brasil por meio da vacinação. “No passado isso era muito comum, e graças às campanhas de vacinação a nossa realidade mudou. Esse é o objetivo de vacinar”, ressalta.
Devem ser vacinadas as crianças com idades entre 1 ano e 4 anos, 11 meses e 29 dias (cinco anos incompletos). “Crianças de um, dois, três e quatro anos, todas devem vir à Unidade Básica de Saúde e fazerem a vacina, contra o sarampo e contra a poliomielite, que é a gotinha”, alerta Tânia. Mesmo que as crianças estejam com o calendário normal de vacinação em dia elas devem receber as doses da vacina, já que essa dose é um reforço contra as doenças.
É importante que os pais ou responsáveis estejam de posse da caderneta de vacinação das crianças no momento da imunização. O Dia D de vacinação acontece no próximo dia 18 de agosto, quando a UBS estará atendendo entre 8h e 17h. A campanha se estende até o próximo dia 31 de agosto.

Deixe seu comentário: