Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Polícia Civil fala a respeito da prisão temporária do padrasto da criança que morreu em São José do Ouro.

Compartilhe:

Com a prisão temporária do padrasto do menino de 3 anos de idade que morreu em São José do Ouro, a Polícia Civil detalhou os desdobramentos do caso até o momento. Segundo o delegado de polícia, José Marcos Falcão de Melo, houve relatos divergentes entre o padrasto e os demais familiares.

Após o laudo, confrontando a primeira versão contada pelo padrasto, de que a criança havia sofrido uma queda no banheiro, houve mudança de versões e de depoimentos em um curto espaço de tempo, então a polícia confirmou que as versões estavam conflitantes. Foram as materialidades colhidas que permitiram a polícia pedir pela prisão temporária (30 dias).

Segundo as informações colhidas pela polícia, foi relatado em depoimentos que o homem era muitas vezes agressivo e usava drogas, no dia do fato chegou alterado e apartir daí, uma serie de fatos aconteceram culminando com a morte da criança. Ele não respondeu por que não prestou os primeiros socorros e nem por que fugiu, apenas permaneceu em silêncio no interrogatório do delegado.

Segundo o laudo, a criança tinha múltiplas lesões internas pelo corpo todo, na cabeça, pescoço, costas, tórax, abdômen, braços, pernas, incompatíveis apenas uma queda no banheiro, causa morte teria sido traumatismo na região do abdômen.
Elementos e materialidade, indícios de autoria, tudo isso levou a polícia a pedir pela detenção do homem e que ele permaneça a disposição da justiça.

Por: Paul da Rosa
Fonte: Rádio Club FM 96.7
Foto:Lagoa FM

Deixe seu comentário:

Publicidade:

Machadinho Thermas Resort Spa

Machadinho Thermas Resort Spa