Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Cpers quer que governador assine termo de responsabilidade pela volta às aulas presenciais.

Compartilhe:
1602848275-Cpers-quer-que-governador-assine-termo-de-responsabilidade-pela-volta-As-aulas-presenciais

O Cpers, que é o sindicato dos professores estaduais, cobra um termo de responsabilidade do governador Eduardo Leite para autorizar a volta às aulas. Os representantes dos professores entregaram um Termo de Responsabilidade a representantes da Casa Civil e do gabinete do governador, solicitando que Eduardo Leite se responsabilize pelas vidas dos educadores e estudantes a partir do dia 20 de outubro. Se Eduardo Leite não assinar, vai estar assumindo que não há segurança para nos mandar de volta às salas de aula, relatou a presidente do Cpers, Helenir Schürer.

Essa foi uma das ações para marcar o Dia do Professor, comemorado em 15 de de outubro. Manifestações aconteceram em todo o estado, como na cidade de Passo Fundo.

Na página de Facebook do Cpers Sindicato foi apresentada a seguinte mensagem:

“Dia do Professor, Dia de Luta!

Passo Fundo na luta em defesa da vida e da educação pública. Na 7ª CRE, os educadores(as) entregaram o Termo de Responsabilidade endereçado ao governador, para que ELE se responsabilize pela vida e a saúde da categoria e dos educandos(as).

Em todo o estado, educadores(as) denunciam a falta de condições para o retorno às aulas presenciais.”

Já a Secretaria da Educação justifica que protocolos de segurança e higiene foram adotados, assim como verbas específicas destinadas à compra de EPIs e álcool em gel para toda a rede estadual. O retorno gradual das aulas presenciais na rede pública estadual vai ter início na próxima terça-feira, dia 20, com os estudantes do ensino médio e técnico. O governador Eduardo Leite afirmou ontem que a prioridade é atender estudantes com dificuldades de aprendizagem e sem acesso à internet durante o período de pandemia. A necessidade deve ser identificada pelos professores.

O retorno presencial não é obrigatório para os alunos, já que o ensino remoto vai ser mantido. Já os professores e funcionários, à exceção daqueles enquadrados em grupos de risco da Covid-19, devem retornar às salas de aula. O tele-trabalho é permitido somente para aqueles que apresentarem atestado médico.

Calendário de retorno presencial

• Ensino Médio e Ensino Técnico – a partir de 20 de outubro

• Ensino Fundamental de anos finais – 28 de outubro

• Ensino Fundamental de anos iniciais – 12 de novembro

Por: Mauro Matos
Fonte: CPERS

Deixe seu comentário:

Publicidade:

Machadinho Thermas Resort Spa

Machadinho Thermas Resort Spa