Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Operação Conexão desvenda participação de passo-fundenses em assaltos a bancos da região

Compartilhe:
uir

Na manhã deste sábado (06), os agentes da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas – DEFREC da Polícia Civil, coordenados pelo Delegado Diogo Ferreira, desencadearam uma grande operação que revelou a participação de passo-fundenses em assaltos a agências bancárias da região.

A ação, denominada Operação Conexão, trata, principalmente, dos assaltos a agências de Paim Filho. A investigação ocorreu em quatro residências na Travessa Cidade Nova, entre o bairro Cidade Nova e a Vera Cruz. Nestes lugares foram apreendidas armas, drogas, coletes a prova de balas, rádios na frequência da polícia e outros materiais.

Falando na Rádio Uirapuru, o Delegado Diogo Ferreira contou que desde o início do ano eram recebidas informações de passo-fundenses envolvidos em roubos a bancos e, após o ataque a Paim Filho, um grande monitoramento e diligências foram iniciados e acabaram identificando estas quatro residências do bairro Cidade Nova. Lá, estariam sendo guardadas armas, coletes e outros objetos utilizados pelo grupo que praticou os ataques aos bancos.

Com base nas informações recebidas, foi solicitado um mandado de busca, que foi cumprido nesta manhã, obtendo êxito total nas residências. Duas espingardas de calibre 12, um fuzil 762, quatro revólveres calibre 38, mais de 600 gramas de cocaína, dinheiro e vários outros objetos foram apreendidos.

As armas estavam escondidas dentro de um cano de PVC, enterradas embaixo de um galpão.

Dos revólveres calibre 38, um foi roubado de um vigilante de Paim Filho. Coletes a prova de balas também são dos vigilantes das agências assaltadas naquela cidade.

As investigações agora serão aprofundadas para saber se os passo-fundenses só estavam guardando os objetos roubados ou se eles tem algum envolvimento direto nos assaltos.

Os passo-fundenses foram presos em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas, posse de arma de uso restrito, receptação, e identificados como Leandro José Lima Alves Borges, Gilberto Dias de Lima, Marli Dias de Lima, irmã do Gilberto, Matheus Afonso Trindade, um jovem de 18 anos, e ainda um menor, que foi apreendido e vai sofrer as medidas legais.

Os presos não tinham ficha criminal por crimes graves e eram desconhecidos do meio policial.
Fonte: http://www.rduirapuru.com.br

Deixe seu comentário:

Publicidade:

Park hotel

Park hotel