Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Policial Civil encontra R$5.600 espalhado no Centro de Chapecó e devolve para dono

Compartilhe:
Policial Civil encontra R$5.600 espalhado no Centro de Chapecó e devolve para dono

No final da tarde do último sábado (21), o Policial Civil, Dr. Renato Bandeira voltava para Chapecó/SC, após seu expediente na delegacia de Águas Frias, cansado após ter ficado duas horas na estrada de terra, com um pneu furado e com a chave de rodas quebrada, quando, ao passar por uma transversal da Avenida Fernando Machado, viu dezenas de notas de R$ 100,00 espalhadas pela calçada e pelo asfalto.
Atravessou a viatura na rua, ligou o giroflex da viatura e começou a juntar as notas, com o auxílio de dois populares que passavam.
Ao terminar, contou o dinheiro e solicitou o testemunho dos transeuntes, para que atestassem o valor achado, totalizado em R$ 5.600,00. Junto das notas foi encontrado o documento de uma moto.
Renato informou seus superiores e foi autorizado a investigar. Consultou o sistema de informações da polícia, onde descobriu o telefone do proprietário da moto, Manoel, possível dono do dinheiro.
Foi tentado contato com ele, porém sem sucesso. Foi que então resolveu ir à casa do cidadão. Perguntou se ele tinha uma moto, e solicitou o documento dela. Ao levar a mão ao bolso de trás da calça para pegar o documento, Manoel ficou desesperado, porque percebeu que havia perdido todo o seu dinheiro.
Renato perguntou quanto era, e Manoel respondeu: R$ 5.600,00. Então o policial disse a ele que tinha achado, mas somente poderia devolver caso fosse comprovada a origem lícita do dinheiro.
Foram até a empresa onde Manoel havia recebido o dinheiro, a Central Frios, onde a proprietária, Sra. Luciane Ugoline Batisti, apresentou o recibo de pagamento efetuado ao rapaz, R$ 5.600,00. Feito isto, o policial devolveu o dinheiro para Manoel, que ficou extremamente emocionado e agradecido.
‘’Qualquer pessoa ficaria emocionada ao ver este final feliz, mas eu fico muito mais, por que sei que o Renato é recém-casado, está construindo sua casa através do programa Minha Casa Minha Vida, altos valores de dívida remanescente para pagar para o construtor. Certamente a tentação para ficar com o dinheiro seria grande em qualquer pessoa “normal”, definindo-se “normal” como um comportamento usual da sociedade, por isso eu fico ainda muito mais feliz por que o Renato é meu filho, e muito me orgulho ao ver a prova de que os valores que recebi de meus pais foram repassados com sucesso para ele. ’’ -, disse com orgulho, o pai do Policial.
‘’A lição que recebi e transmiti é de que a honestidade é um valor inegociável: ou você é, ou você não é. Um único deslize e você jamais poderá olhar no olho do seu filho e dizer: filho, seja honesto como eu.’’- finalizou o empresário Lúcio Roberto Dias Bandeira, pai do Policial.
Fonte: Blog Diário Chapecó

Deixe seu comentário: