Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Secretário de Saúde comenta sobre andamento na construção do PADU

Compartilhe:
Secretário de Saúde comenta sobre andamento na construção do PADU

Em entrevista concedida ao Jornal da Club na última sexta-feira (06), o secretário municipal de saúde de Machadinho, Cristiano Schafer, comentou sobre o andamento da obra do PADU (Pronto Atendimento de Urgência) no município.

De acordo com o secretário, a evolução nos trabalhos já é visível para a comunidade que passa em frente ao local.

O prazo para entrega, determinado pela Justiça e pelo contrato firmado com a empresa, se encerra em setembro, porém, a expectativa é para que isso aconteça antes mesmo dessa data. “Nós mesmos estamos surpresos com a velocidade com que a empresa vem desenvolvendo essa obra. Eles nos garantem que vão nos entregar bem antes do prazo que tem para entrega na licitação. E pelo andamento a gente acredita que eles realmente vão conseguir antes do prazo”, declarou Cristiano.

O secretário afirmou que essa expectativa é recebida com satisfação, já que a obra deve representar grande ganho no serviço de saúde prestado à população machadinhense. “Quanto antes essa obra estiver pronta e o Pronto Atendimento funcionando dentro do que a lei exige, para nós é melhor”, disse.

“Conseguiremos qualificar o atendimento para os nossos munícipes, em primeiro lugar, e também para os nossos visitantes, tendo um local adequado e com estrutura melhor”, analisou o secretário.

Os recursos utilizados para construção do PADU tem origem nos cofres municipais, assim como provém de esferas superiores de governo, buscados pelos representantes dos Poderes Legislativo e Executivo de Machadinho junto aos representantes políticos nos governos Estadual e Federal. Se confirmada uma Emenda Parlamentar, que ainda está com cadastramento pendente, o valor que chega dessas fontes externas alcança os R$ 400 mil.

“É um dinheiro que vai vir para ajudar. Então a gente agradece ao esforço do vice-prefeito, ao esforço do Gerson e do Zauri, que estiveram em Brasília e conseguiram essas verbas junto aos deputados federais. Sem elas o município iria fazer igual a obra, mas causaria um impacto muito maior nas contas do Município e talvez causasse a restrição de outros serviços por falta de recursos. Assim a gente vai amenizar o problema de recursos e conseguir que essa obra seja realizada o mais rápido possível”, concluiu Cristiano.

Deixe seu comentário:

Publicidade:

Park hotel

Park hotel