Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Sossella apoia lideranças na busca por acesso asfáltico para o Alto Uruguai e região Nordeste

Compartilhe:
20171017_sossella_transportes_amau_nordeste_acesso_asfaltico_01

Como coordenador da Frente Parlamentar dos Municípios Sem Asfalto da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Gilmar Sossella (PDT) participou na terça-feira (17) de uma grande audiência com o secretário estadual de Transportes, Pedro Westphalen, e prefeitos, vereadores e lideranças do Alto Uruguai, da Região Nordeste e da Quarta Colônia. A reunião foi agendada pelo deputado estadual Gilberto Capoani (PMDB).

Em pauta, o acesso asfáltico para os 11 municípios que pertencem à Associação de Municípios do Alto Uruguai (Amau) que ainda lutam pela pavimentação: Barra do Rio Azul, Benjamin Constant do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Faxinalzinho, Itatiba do Sul, Mariano Moro, Ponte Preta e Quatro Irmãos.

Também foi tratado a respeito de duas obras de municípios da Associação dos Municípios do Nordeste (Amunor), o acesso asfáltico a Santo Expedito do Sul, e a pavimentação entre Machadinho e São José do Ouro.

“Sobre os pedidos do Alto Uruguai, o secretário nos garantiu que irá dar andamento à obra de Ponte Preta a Barão do Cotegipe por meio de recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide-combustíveis). Além disso, o secretário informou que irá lutar para que sejam concluídos os 3,7 quilômetros restantes da obra da RS-426, que liga Mariano Moro a Severiano de Almeida; bem como terá empenho para que sejam feitos cinco quilômetros dos trechos entre Benjamin Constant e Faxinalzinho; entre Campinas e Cruzeirense; e entre Erebango e a RS-135″, informou Sossella.

De acordo com o deputado trabalhista, na região Nordeste o secretário disse que será dada uma atenção especial para que sejam feitas as obras de Santo Expedito e de Machadinho a São José do Ouro.

Em sua manifestação durante a reunião, Sossella lembrou as ações que liderou, por meio de três comissões especiais que presidiu no Parlamento gaúcho, para que todos os 497 municípios gaúchos tenham acesso asfaltado.

Em 2016, por exemplo, realizou audiências públicas na capital gaúcha e em dez cidades do interior: Amaral Ferrador, Sede Nova, Pirapó, Montauri, Ponte Preta, Santo Expedito do Sul, Dois Irmãos das Missões, Pinhal Grande, Engenho Velho e Cerro Grande do Sul.

“Debatemos ainda o tema em reuniões em Brasília, com o ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha e a bancada federal gaúcha; e com o governo estadual, com os secretários dos Transportes, Pedro Westphalen, e do Planejamento, Cristiano Tatsch, e o diretor do Daer, Ricardo Nuñez. Seguiremos juntos na luta até que todos os municípios gaúchos sejam contemplados com pelo menos um acesso asfaltado”, completou.

Deixe seu comentário: