Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Veículo da Secretaria de Agricultura é apreendido com carga de vinhos argentinos

Compartilhe:
santa rosa

Policiais militares apreenderam no início da tarde da sexta-feira (10) um veículo da Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, carregado com 102 caixas com vinhos de origem Argentina, totalizando 562 garrafas. Os produtos não possuíam nota fiscal e são originários de contrabando/descaminho.

Segundo informações, a Brigada Militar foi informada que um veículo Frontier estaria carregado com abebida de origem estrangeira, transitando pela BR 472, na cidade de Santo Cristo sentido Santa Rosa/RS.

No veículo estava o coordenador regional de agricultura, Felipe Weiler (cargo de indicação do Progressistas) e mais um cargo de confiança. A carga foi apreendida e encaminhada a Polícia Federal de Santo Ângelo, sendo o coordenador e o servidor liberados. Eles responderão judicialmente pelo fato.

Nossa reportagem procurou o coordenador, mas ele ainda não respondeu as nossas mensagens.

COORDENADOR SERÁ EXONERADO
Em nota, a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) confirmou nesta segunda-feira (13), que irá exonerar o Coordenador Regional de Agricultura da Região de Santa Rosa. Felipe Weiler foi abordado pela polícia enquanto conduzia um veículo oficial no entroncamento da ERS-344 com a BR-472, em Santa Rosa, na Fronteira Noroeste.

De acordo com o governo do estado, o servidor vai perder o cargo de coordenador regional da Agricultura a partir da tarde desta segunda, 13, quando a decisão for publicada na edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE).

“A SEAPDR informa que, independentemente da exoneração pela Casa Civil, abrirá procedimento de sindicância para apurar o uso indevido do veículo e demais infrações funcionais. A Secretaria afirma ainda que não chancela, de forma nenhuma, este tipo de postura de seus servidores, sendo a gestão da SEAPDR pautada por transparência e correta aplicação dos recursos públicos, não compactuando com nenhum desvio de conduta e ilegalidade”, disse a pasta em nota.

Fonte: Jornal Noroeste

Deixe seu comentário:

Publicidade: