Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Da pressão à liderança? Envolto na crise, Inter busca vitória em Caracas para reencontrar a paz

Compartilhe:
inter 1 25 05 23

O Inter não esconde de ninguém. Passou da hora de vencer. Um novo insucesso não será admitido. O time tenta minimizar a crise pela qual atravessa e superar o Metropolitanos na noite desta quinta, às 21h, no Estádio Olímpico de la UCV. Um resultado positivo não só aliviaria a tensão que permeia o ambiente, mesmo em Caracas, como levaria a equipe de terceiro a líder do grupo B da Libertadores.

Jogo extremamente importante, um divisor de águas para nós.

Os conflitos viraram recorrentes no Colorado. A sequência é alarmante. Seis jogos sem vencer, com cinco derrotas seguidas, três gols marcados e 13 sofridos no período. O que era instabilidade virou uma estabilidade negativa e há urgência por reação.

Após a derrota por 3 a 1 para o Grêmio, o constrangimento pela entrevista do então executivo William Thomas causou uma reformulação no futebol do clube. O dirigente acabou desligado, assim como o coordenador Sandro Orlandelli. Mano foi mantido e respaldado pelo presidente Alessandro Barcellos.

O mandatário, sempre muito ativo no vestiário, está ainda mais presente. Cobra, mas incentiva e aposta na retomada já tardia do grupo. Reitera a confiança no técnico e atletas, que mostraram qualidade em 2022, e espera voltar para os trilhos neste fim de primeiro de semestre.

Na tarde de quarta-feira, antes do treino no Cocrodilo Sports Park, complexo do Caracas, Mano Menezes conversou com o vice de futebol Felipe Becker por alguns minutos na parte externa do hotel.

Nos bastidores, a tensão, obviamente, está presente. A concentração se mistura com confiança e obrigação por uma resposta imediata. Os jogadores só passaram pelo hall do hotel na chegada e na saída para o treino. Existe um misto de foco e descontração em conversas no curto trajeto.

– Treinamos bem, mas não adianta só treinar. Temos de vencer, temos de jogar bem – declarou uma pessoa com trânsito no vestiário.

Independente de sentimentos, há um objetivo tão somente: vencer. Os gaúchos caíram para o terceiro lugar do Grupo B após o Independiente Medellín derrotar o Nacional por 2 a 1 e assumir a ponta. Ambos têm sete pontos, mas os colombianos levam a vantagem pelo saldo de gols.

O Inter está com cinco. Se é verdade que um novo tropeço apresentaria dificuldade na Libertadores, uma vitória colocaria a equipe em primeiro, com oito, e mais próximo da sonhada vaga às oitavas. O Metropolitanos é o único time que não somou pontos no torneio e pode ser eliminado nesta noite.

– Fundamental para assumirmos a primeira colocação, ter uma tranquilidade maior na competição e na sequência dos jogos. Precisamos estar focados, entrar para a partida como se fosse a última da nossa vida. A competição pede isso, muita concentração e empenho – disse Campanharo ao Canal do Inter.

– Às vezes, as equipes jogam fechadas contra nós, mas temos que ficar tranquilos e jogar os 90 minutos focados para buscar os melhores caminhos – completou o volante.

inter 25 05 23

Não adianta apenas o discurso. É preciso confirmar em campo. Mano está repleto de problemas. O técnico, que já não tinha Bustos (entorse no tornozelo direito), Vitão (entorse no joelho esquerdo) e Renê (desconforto na coxa esquerda), perdeu Gabriel Mercado (lesão na coxa direita) e Mauricio (luxação no ombro direito).

Na vaga do argentino, Nico Hernández ganha oportunidade para iniciar uma partida pela primeira vez e será o parceiro de Rodrigo Moledo. No lugar do meia, Wanderson entra para formar o trio de ataque com Luiz Adriano e Pedro Henrique.

Há outra troca que ocorrerá. John foi testado entre os titulares e será o goleiro na vaga de Keiller. Mano já avaliava a mudança antes do clássico, mas optou em segurar um pouco mais após debater com os pares de comissão técnica. Agora, pretende observar a resposta do camisa 31.

Só a vitória interessa. Os três pontos são fundamentais. Será que o Inter conseguirá dar um presente ao torcedor? A resposta será dada a partir das 21h (horário de Brasília), desta quinta, no Estádio Olímpico de la UCV, em Caracas.

Fonte:ge

Deixe seu comentário:

Últimas notícias