Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Previsão: RS terá chuvas intensas, granizo e calor devido a uma bolha de ar quente

Compartilhe:
ab-2a26

Alerta da MetSul Meteorologia: Semana de tempo severo no Sul do Brasil com chuvas volumosas, especialmente no Rio Grande do Sul. Atmosfera superaquecida favorecerá tempestades fortes e severas. Centro-Oeste e Sudeste terão calor extremo, com máximas acima de 40ºC.

A instabilidade no Sul e o calor extremo no Centro do Brasil são causados por um padrão atmosférico com áreas de baixa pressão térmica na Argentina, que às vezes se deslocam para o Paraguai e Bolívia. Na Argentina, as temperaturas máximas passaram dos 40ºC.

Áreas de baixa pressão contribuirão para a formação de uma ampla área de ar quente nas latitudes médias da América do Sul, abrangendo Argentina, Paraguai, Bolívia e regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. O bloqueio atmosférico dificultará a passagem de uma frente fria no Rio Grande do Sul, resultando em instabilidade com chuvas, tempestades e períodos de melhoria ao longo da semana.

De acordo com a MetSul Meteorologia, há previsão de chuva no Rio Grande do Sul durante todos os dias desta semana, mas isso não significa que choverá continuamente em todos os 497 municípios do estado. A chuva será frequente e intercalada por períodos de melhoria.

Mais uma vez vez chuva volumosa
O Rio Grande do Sul, que sofreu com chuvas excessivas de até 400 mm na primeira metade do mês, terá mais uma semana de precipitações volumosas em muitas áreas do estado. Alguns municípios podem atingir a média histórica de chuva do mês inteiro apenas nesta semana, elevando os totais deste setembro para até 500 mm em algumas cidades. Mapas meteorológicos indicam a tendência de chuvas intensas novamente no estado.

Os volumes não devem ser tão extremos como nos episódios do começo do mês (Metade Norte) e da última semana (Oeste, Centro e Sul gaúcho), mas atingirão marcas acima de 100 mm em diversas cidades com acumulados em alguns pontos entre 150 mm e 200 mm.

Apesar de ser esperado um volume menor de chuvas em comparação com o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná também podem ser afetados por instabilidade, com risco de eventos isolados de chuva intensa e temporais devido ao ar quente. No Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, onde a atmosfera está mais seca, o calor intenso pode resultar em núcleos isolados e passageiros de chuva forte com tempestades.

Fonte: Metsul

Deixe seu comentário:

Últimas notícias